top of page
Moeda Grega da Macedônia, Amphipolis (410-358 a.C.)

**Moeda rara da Macedônia, anterior a Felipe II - pai de Alexandre**
**Representação de Tocha Olímpica**
Moeda Grega da Macedônia, Amphipolis (410-358 a.C.)
Anverso: Cabeça laureada de Apolo à direita.
Reverso: A-M-Φ-I, tocha de corrida.
SNG Copenhagen 48; BMC 11; SNG ANS 888-93.
Dimensões: 10 mm; 1,07 gm
RefcD338 (Estimada em R$ 420,00)

Durante o período em que moedas como o presente exemplar foram cunhadas (410-358 a.C.), Amphipolis estava frequentemente no centro de conflitos geopolíticos envolvendo as principais potências gregas. Originalmente uma colônia ateniense fundada por volta de 437 a.C., a cidade foi cobiçada devido à sua posição estratégica e ricas minas de prata nas proximidades. Ao longo das Guerras do Peloponeso (431-404 a.C.), Amphipolis foi palco de várias batalhas significativas, especialmente a Batalha de Amphipolis em 422 a.C., que viu a derrota de Atenas para Esparta.
Após a guerra, a cidade conseguiu uma breve independência antes de cair sob influência espartana e, mais tarde, tornar-se parte do crescente Reino da Macedônia sob Filipe II após 357 a.C. A autonomia da cidade durante o período entre a sua captura pelos espartanos e a conquista por Filipe II foi marcada por uma governança local que, embora influenciada por maiores poderes como Esparta e depois Macedônia, tentava manter uma certa independência, utilizando, entre outras estratégias, sua cunhagem própria. Esta cunhagem reflete não só a rica cultura local e religiosidade, mas também um esforço diplomático para manifestar sua autonomia e identidade cultural em meio a um ambiente geopolítico turbulento.

Moeda Grega da Macedônia, Amphipolis (410-358 a.C.)

SKU: 338
R$ 420,00Preço
    bottom of page